Últimas Crónicas

Deus no céu…Bimby na terra

loading...

Eu sempre gostei de cozinhar, na cozinha encontro um lugar de paz, um lugar obrigatório e rotineiro, mas da qual tenho muita estima, na comida encontro um refugio para as mágoas e um alivio para a felicidade. Não sou a Maria que sabe cozinhar panelas de cozido à portuguesa e uma boa carne de porco à alentejana, sou a Sandra, que ,às vezes, vê-se negra para ter tempo de qualidade para cozinhar um bom prato, uma refeição que encante, sacie e alimente os três bandidos que tenho em casa.

Já tinha ouvido falar da Bimby, há algum tempo atrás, o monstro da inovação tecnológica desenvolvido na Alemanha em 1960, que foi aperfeiçoado ao longo de quatro gerações, diziam ( as más línguas ) que era a maquina ideal para quem não gostava de cozinhar, mas eu gostava de cozinhar, portanto, a Bimby não foi feita para mim. Até que…um belo dia de sol ( não sei se estava sol, mas quando se compra uma Bimby é sempre um dia de sol ), uma amiga minha compra a Bimby, confecciona especialmente para mim, um leite-creme by Bimby, sou doce-dependente, marca uma demonstração da maquina com a vendedora ( muito simpática e acessível ), eu já estava com a resposta estudada, quando a vendedora colocasse a questão eu iria responder: ” gostei muito, muito obrigada, mas neste momento não vai ser possível efectuar a compra, quem sabe numa próxima oportunidade”, mas fiquei rendida logo nos primeiros minutos, quando vi uma maquina tipo alien mas super pratica, a desmanchar um limão e a oferecer-me, em menos de três segundos, uma deliciosa limonada.

Comprei! Omg! Comprei o raio da Bimby! Que loucura! Os meus dias de mãe trabalhadora que chega a casa ao final da tarde exausta, morta por sentar o rabo no sofá, desesperada sem saber o que fazer para o jantar, acabaram meus caros! A minha vida ganhou um arco-íris, cujo tesouro não está no final mas sim no principio.

Digamos, para não parecer demasiado excêntrica, de há duas semanas para cá eu e a minha nova amiga andamos sempre juntas, sempre a sorrir uma para a outra. Eu dou-lhe carne picada, ela oferece-me empadão, eu dou-lhe chocolate, ela oferece-me um bolo. É uma relação maravilhosa. Não discutimos, nem perdemos tempo, através da aplicação no meu telemóvel, quando chego a casa, ela já sabe o que vai cozinhar para mim e eu já sei que a panela da sopa não vai queimar. Através da aplicação no meu telemóvel, sei o que a Bimby vai cozinhar a semana toda e quais os ingredientes que tenho de comprar, que estão na minha lista de compras que recebo no meu email, querem melhor? Impossível.

Com a Bimby, a cozinha deixou de ser enfadonha e metódica, todos os dias há um prato novo, que inclui bebida, sopa, prato quente e sobremesa, tudo enquanto o diabo esfrega um olho. Tens uma colecção infinita de comidas para todos os gostos e feitios na tua Bimby. Enquanto aspiras, a mousse está pronta. Enquanto dás banho aos putos, a sopa e o arroz com bifes de frango ficam prontos. Acabaram-se as desculpas para não dares uma keka porque a comida está ao lume, agora a única brasa és tu, podes dar uma, duas ou até três, a Bimby espera por ti, e como ela sabe que depois de tantas calorias gastas vais ter fome, a comida estará cozinhada. Tens uma festa de anos e não sabes por onde começar? Começa pela Bimby! Desde entradas, cocktail, bolos dignos de um pasteleiro, bacalhau, carne, pão, até sushi a Bimby cozinha.

Poupas tempo na cozinha, poupas água porque sujas menos loiça, poupas luz porque já não utilizas o fogão, poupas muito dinheiro em mercearia, é só fazer as contas aos iogurtes e bolachas que se compra mensalmente para os filhos, a diferença é colossal. Poupas ainda mais dinheiro porque a Bimby dá as doses certas, portanto, não há desperdício de comida. Ganhas tempo de qualidade, para aproveitares para fazeres o que gostas, para as tuas tarefas e, principalmente, para poderes usufruir do teu tempo com os teus filhos. Dás um novo sentido à tua cozinha e personalizas a tua forma de cozinhar.

Sim, estou viciada na Bimby, há quem diga que esta paixão é efémera, que daqui a cinco meses já não queremos saber uma da outra, bla bla bla, mas não vamos dar-lhes ouvidos minha querida Bimby. Já não consigo viver sem a TM5, é uma parte crucial da minha vida, é o meu Buda, o meu mantra de anti-stress, o meu Yoga comestível, se acham que eu enlouqueci, perguntem a quem tem duas Bimbys em casa, o que acham das minhas palavras. Não sou a única a pensar assim, já que são vendidas duas Bimbys por minuto em todo o Mundo…

Enquanto escrevi esta crónica, eu e a minha amiga de todas as horas, preparamos biscoitos areias e um bolo delicia de chocolate. Já sei o que estão a pensar leitores: Deus no céu…Bimby na terra.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

loading...
To Top