Últimas Crónicas

É para a menina e para o menino!

loading...

Leitores, assim vai o nosso querido Portugal, férias a terminar, mau humor típico do regresso ao trabalho, os nossos emigrantes avecs a dar à sola encharcados em lágrimas, turistas a gastar o graveto nos nossos vinhos e tapas, inicio de mais um ano escolar a deixar os pais com os bolsos furados e, os putos à beira de um ataque de nervos…eis que, surge uma noticia arrebatadora, daquelas noticias super importantes, possivelmente uma das maiores desgraças que este país já presenciou, um dos maiores flagelos nacionais, o país unido contra a desigualdade de género…bem, talvez eu esteja a exagerar um pouco…para os leitores mais distraídos eu vou resumir rapidamente a noticia actual que deixou humoristas e feministas a ferver ( embora por motivos diferentes ).

No inicio do Verão, com o fim da época escolar, varias editoras colocam à venda manuais de aprendizagem, de todos os anos escolares, inclusive pré ensino, que têm como objectivo preparar o aluno para o ano escolar que se avizinha, eu própria sou cliente de livros de exercícios escolares. A consagrada Porto Editora, teve a infeliz ideia de colocar à venda uns manuais pré escolares, para menina e para menino, de cor diferente, exercícios e dinâmicas diferentes, de ressalvar que, estes livros já tinham sido editados em 2016 e não me recordo de ter gerado esta polémica. Não tardou muito para que Associações feministas, Associações de igualdade de género, professores, especialistas, pediatras, pais, mães, educadores, se manifestassem contra a editora, acusando a mesma de promover a desigualdade de género, através de exercícios educativos. A CIG recomendou a suspensão da venda dos livros e a Porto Editora assim o fez.

Para ser muito sincera, não sei aonde está o problema! A polémica surgiu por um exercício em particular, um raio de um labirinto, mas já tentaram ver o exercício por outro prisma? O facto de o labirinto ser mais fácil para menina, não significa que a editora quis passar a mensagem de que as raparigas são menos inteligentes, mas sim, de que, os rapazes precisam de mais estimulação para se concentrarem, como um labirinto maior, um desenho com mais riscos ou mais ondas.  Ter exercícios com princesas e coroas para as meninas e, carros e piratas para meninos é normal, afinal não é o que eles gostam? Agora se a mãe e o pai preferem comprar os piratas para a filha e as princesas para o filho, isso já é com eles. Livros cor-de-rosa e azul? Perfeitamente normal, em qualquer livraria vemos livros para bebê em rosa e azul e nunca ouvi ninguém reclamar que era discriminação de género. Até podia haver em laranja, verde, amarelo, as pessoas compram o que quiserem e bem entenderem. Tudo é uma questão de marketing.

A educação em Portugal tem tantos problemas, a vários níveis e de difícil resolução, e nós, portugueses, preocupados  com dois livros, um rosa, outro azul. Os portugueses que causaram tanto alarido à volta deste tema são os pais que oferecem barbies à filha e carros ao filho. São os mesmos pais que vão comprar uma mochila da frozen para a filha e uma mochila do homem-aranha para o filho. Vá, deixem-se de merdas. Ainda bem que em minha casa é só testosterona…

 

1 Comment

1 Comment

  1. Carlos Fernandes

    25/08/2017 at 12:20

    Sempre aquela maquina, estou tao longe e rir.me a tua conta. É só testosterona hahsha.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

loading...
To Top