Últimas Crónicas

Quem pobre ama, rico lhe parece – Amélia Ferreira, a milionária excentrica

loading...

Maria Amélia Jesus, uma bimba do Marco de Canaveses, ganhou o Euromilhoes, acrescentando à sua conta zero nada mais nada menos do que 41, 35 milhões de euros! Que sorte, foda-se! O seu recém ex-marido, ganancioso e espertalhão como só os homens sabem ser, já tinha afiambrado 15 milhões, mas como este valor não lhe chegava para as despesas (agora lembrei-me do nosso Presidente Cavaco Silva quando chorou aos jornalistas)  ele quer mais dois milhões. Puta que pariu os homens!

Desculpem leitores, acho que não comecei bem a crónica desta semana, escrever asneiras não é nada saudável, vou começar de novo, pode ser?

Maria Amélia Jesus, 56 anos, residente no Marco de Canaveses, ganhou o Euromilhões, 41,35 milhões na totalidade. Este prémio não poderia ter saído a melhor pessoa. Detentora de uma grande humildade e humanidade, Maria Amélia sempre teve uma vida de sofrimento, ficou viúva aos 23 anos e educou sozinha duas crianças, mantendo um trabalho precário como empregada de limpeza.

Mas um dia a sorte bateu-lhe à porta (oxalá viesse bater à minha, apesar de que eu não jogo no Euromilhoes) e mudou a sua vida para sempre. Com a fortuna nas mãos, Maria Amélia pode colocar em pratica alguns dos seus sonhos. Construiu uma moradia para si e ainda outras duas grande moradias para os seus dois filhos, comprou um bom automóvel, ajudou os familiares, deu uma enorme festa para o povo de Marco de Canaveses, com comida, bebida e muita musica de baile, tal e qual como o povinho gosta. Está ainda na fase de projecto a construção de um lar e de uma creche na mesma localidade. Fantástico! Uma salva de palmas para esta mulher, apesar das origens humildes e de parecer demasiado parola, conseguiu gerir com sucesso a enorme fortuna! O quê? Não é bem assim? Como? Quando? Onde?

O dinheiro subiu à cabeça da tipa! Entrevistas para aqui, reportagens para acolá, porque ia viajar, porque mostrou a sua casa nova, porque bla bla bla, resumindo, começou a cagar à rica! Casou com o namorado (burra, burra, burra), num luxuoso casamento na Quinta não-sei-das-quantas em Penafiel, a noiva chegou numa limusina (haja dinheiro, c…), num vestido que lhe assentava que nem uma luva, parecia um autentico abacate ( pois é milha filha, dinheiro não compra beleza e elegância, prefiro ser bonita e pobre), as damas de honor, parolice a potes, e pasmem-se… 300 convidados! Foda-se, um pobre não conhece nem 50 pessoas quanto mais trezentas! Aonde é que ela foi desencantar tanta gente?!!

Passado um ano, Amélia e Abílio divorciaram-se. Parece que a fortuna estava a fazer comichão a Abílio e ele resolveu gastar uns milhares em acompanhantes de luxo. Afinal, uns milhares para quem tem milhões não é nada. Eu só gostava de dar um recado ao meu querido Abílio: homem de Deus, tens 62 anos, a maquina além de enferrujada trabalha a menos de meio gás, já não tens pedalada para acompanhantes de luxo nem sem luxo, meu caro. Lê uns livros e sossega! Leva os 15 milhões e põe-te ao fresco!

Amélia, que entretanto fez operações plásticas e emagreceu umas resmas de quilos, já não parece um abacate, mas a sua fronha parece os lençóis quando saem da maquina de secar, e se pavoneia pelo tribunal em casacos de pele e óculos de sol, diz que está aliviadissima com o divorcio, e que não lhe faltam pretendentes, advogados e tudo afirma ela toda contente. Cara Amélia, eu não preciso de ser rica para ter pretendentes, embrulhe para o lanche esta frase!

Podiam gozar o resto da vida que ainda lhes falta, já não são pessoas propriamente novas, com o dinheiro que cada um detêm dá para viver o resto da vida em total plenitude, mas preferem andar em tribunais, advogados, ofensas e merdas do género. O pobre e o remediado não sabem gerir muito dinheiro porque estão habituados a pouco ou nenhum até. Mas a verdade é que os ricos também não, porque o homem, que desde a sua primordial existência evoluiu tanto, não conseguiu se livrar dos seus instintos básicos, a ganância e a malvadez.

Eu digo muitas vezes ao meu querido cônjuge, em tom de brincadeira, que se ele ganhasse o euromilhões, ele dava-me um milhão e eu ia à minha vida, nunca mais ele ia ouvir falar de mim, jamais o chatearia com coisa alguma. Mas o que prefiro mesmo, é dormir a seu lado todas as noites, porque quem pobre ama, rico lhe parece.

Quanto à Dona Amélia…nunca conheci uma milionária tão infeliz.

7 Comments

7 Comments

  1. SSG

    10/10/2016 at 8:56

    Pois é, há pessoas que ficam ricas do nada, esquecem de imediato a origem que tiveram , diziam mal dos ricos, mas agora são os melhores, etc.
    Faço um part-time num restaurante e esta Sra e o marido foram lá jantar, meu Deus, qual pindérica, “gosto disto assim, tem de ser “assado”, quero é sal grosso” , mas no entanto, quando servi um excelente vinho branco e lhe coloquei os copos correspondentes, exigiu os copos maiores, lá tive de exeplicar à Sra, quais eram os copos para o vinho tinto e para o vinho branco e o porquê de serem de tamanhos diferentes.
    O dono do restaurante parecia um doido e disse-me para tratar muito bem daquela mesa, ao qual eu respondi, ” eu trato todos os clientes da melhor maneira possivél, desde o presidente da República , ao mendigo da rua, ambos estão a pagar uma refeição e o dinheiro de ambos vale o mesmo”. O dono não gostou.
    Mas as raizes estão lá, quando viu faturado um queijo, que diz que não comeu ( apesar dos restos estarem na mesa ). disse a frase “estou-me maribamdo para isto, que não pago”.
    Enfim, que a Sra seja feliz ( Not)

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Crónicas Mais Lidas

loading...
To Top