Últimas Crónicas

Caricaturas Reais: O problema existencial de Kim Jong-un – Viriato Queiroga

loading...

Caros leitores,

Hoje façamos uma análise retrospetiva acerca de tudo o que o panorama televisivo nos apresenta, e transponhamos similares conhecimentos para o contexto internacional. Sim, isto é um convite à vossa pessoa. Aqui vai:

Meus amigos.

Caros colegas.

Estamos hoje aqui reunidos para observar uma criatura no seu habitat natural.

Essa criatura tem sido alvo de diversos estudos nos dias que correm, mas nenhum deles conseguiu captar a essência… A plenitude das suas elementares necessidades televisivas. Não, não me refiro a Margarida Rebelo Pinto (embora confesse que ganhar audiência à custa de uma crítica tão barata como fúteis livros cor-de-rosa seja bastante satisfatório…), mas sim a uma personagem não menos profunda, do ponto de vista emocional. Sim, adivinharam: trata-se de Kim-Jong-un (doravante tratarei esta… Pessoa, afetuosamente, por Kim).

É de uma enorme satisfação quando eu, investigador especializado em sociedade e política de profissão, acordo, com o objetivo de tentar entender os intrincados mecanismos da mente humano, relações sociais e interações de poder, quando… Eis se não quando surge uma personagem capaz de desafiar todas as leis de Newton.

Tive o privilégio de ler um pouco de tudo, no que a este… Ser, diz respeito: começando pela ameaça de ataque com mísseis nucleares (com 300km de alcance) à maior potência do Planeta (que dista 3000km), os EUA, até à receção, com honras de Estado, de jogadores de basketball no seu país, as antigas declarações de apresentação no site da Coreia-do-Norte (onde era apresentado como um deus-vivo, incapaz de defecar). Proibição da MacDonald’s no seu (quem me dera poder ser irónico nesta última palavra, mas enfim…) país, copiando-o, e negando a sua existência. E por fim, as execuções em público, em estádios, como se Nero tivesse reencarnado nesta criatura. Ah, de referir que entre estas execuções públicas se contava uma ex-namorada desta, novamente refiro, criatura.

Existirá algum tipo de fundamentação para este tipo de ação, por parte deste agente político? Não se trata de um simples sociopata… Os sociopatas costumam ter quoeficientes de inteligência elevados… Também não se trata de uma série de ações racionais no sentido da legitimação do seu regime (em parte isto seria verdade, no entanto, alguns pormenores não especificam a natureza das suas ações…).

Avancemos com uma nova teoria para a explicação de Kim. Tão simples quanto brilhante. E à inglesa: Mommy Issues. Ou em português: problemas de atenção pelo facto de a sua mãe não lhe ter dado a atenção que este necessitava enquanto criança. Por azar, esta criança era a herdeira de um regime pseudo-socialista, férreo e extremista. Hoje, tem a possibilidade de ser “amado” por milhões de súbditos e “temido” por 7 mil milhões de pessoas… Ou assim pensará ele. Na Europa, no país onde a crise nos faz passar fome, mas apenas um pouco (quando em comparação com os Norte Coreanos), goza-se com esta pessoa. Que tudo acha que pode, mas que do alto do seu pedestal não entende quanto da sua roupa interior, as suas calças rasgadas permitem observar.

É nestas alturas que me lembro das minhas aulas sobre autoritarismos. E de todas as histórias existentes acerca de líderes extremamente democráticos como Hitler, Estaline, Pinochet ou mesmo Salazar. E sobretudo, do conceito mais elementar da existência do poder:

“O Poder reside onde as pessoas acreditam que este reside”.

Com esta citação me despeço para que tirem as vossas próprias conclusões.

Bom fim-de-semana,

Boas Leituras.

ViriatoQueirogaLogoCrónica de Viriato Queiroga
Constrangimentos Opinativos

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Crónicas Mais Lidas

loading...
To Top