Últimas Crónicas

As fezes que valem mais de mil euros – Vânia Tavares

loading...

“Artista inspira-se em fezes de pombo para fazer jóias” é o título de uma notícia do JN. Chamou-me logo a atenção, claro. Depois, continua: “A artista andou a fotografar fezes de pombo em Londres para estudar as formas e as cores dos dejetos.” Isto é incrível! Na minha opinião, é um nível de criatividade bastante elevado e uma ideia surpreendentemente original.
Acho que ninguém tinha pensado nisto e, aliás, ninguém deve ter pensado que as fezes podiam criar arte. E se ninguém, ainda, tinha pensado é porque é uma forma de arte com bastante qualidade e algo muito autêntico. ” Cada peça pode chegar a custar cerca de três mil euros”, não é brincadeira.

Como é possível? Como é possível fazer arte com qualquer coisa? Como é possível criar algo magnífico a partir de qualquer coisa?

Parece inacreditável, mas até o mais insignificante pode ser transformado e utilizado de forma bastante produtiva. Esta é a prova de que nada deve ser desprezado, tudo tem utilidade! Estejam atentos a todos os pormenores, a todas as situações que vos rodeiam, pois, de repente, pode surgir-vos algo inédito de onde menos esperam.

VaniaTavaresLogoCrónica de Vânia Tavares
Desafiar o obrigatório
Visite a página da autora

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Crónicas Mais Lidas

loading...
To Top