Últimas Crónicas

Foursquare Porque Privacidade é Para Tótós! – Carla Vieira

loading...

Acabei de perceber que as pessoas que mais (dizem elas) prezam a sua privacidade online são aquelas que ao mesmo tempo, não se sabem cuidar no que devia ser o básico dos básicos. No entanto, como não quero ferir susceptibilidades ao apontar o meu grande dedo às bolinhas peludas que são algumas almas super especiais, vou-me dedicar a falar mal de um website, e não dos usuários que dele fazem uso, se bem que, enfim…

Já sabemos que o facebook é isto e aquilo, já sabemos os perigos que enfrentamos quando o usamos (ou não e eu aproveito e falo disso para a semana), o twitter idem idem aspas aspas, e ainda temos outras redes sociais que embora não sejam famosas, também têm o seu quê de perigo.

Hoje vou falar do foursquare. O foursquare é uma rede social que serve o propósito de toda a gente saber exactamente onde nós andamos em qualquer parte do dia, seja que hora for, ao minuto ou talvez ao segundo. Baseando-me apenas na página “Sobre” no site, aprendi que pelos vistos única utilidade é fazer o “check-in” (se usarem “checkin” pelos vistos eles choram, por isso cuidado, não façam os empregados chorar, usem a forma correcta) em sítios onde estamos. Pelo que sei (sendo utilizadora do facebook e do twitter), existe uma maneira de consolidar essas três redes sociais e por isso, sempre que fizerem check-in (de nada, funcionários), o facebook cria um estado e o twitter cria um tweet dizendo a localização e o check-in.

Não querendo usar informação que não me pertence, vou-me poupar ao desespero de pôr imagens sobre o estado da minha página principal do twitter e dizer apenas que sigo pessoas que além de laurearem por demasia, não se acanham de explicitar por onde andam. Ora, se eu fosse uma psicopata qualquer com o intuito de matar alguém, os utilizadores do foursquare cuidem-se, porque eu andava a deitar-vos abaixo com uma pinta do caraças.

Primeiro, não vejo vantagem nenhuma em deixar o mundo todo saber por onde ando. O mundo não deve ser tratado como um namorado ciumento, eu vou onde quero ir e não é assunto de ninguém a não ser da companhia que levo comigo (quando levar). Qual é, portanto, a necessidade de criar uma conta onde o intuito é apenas toda a gente saber onde nos encontramos? O que é que leva as pessoas cada vez mais a criar sites destes, e outras pessoas a os utilizarem? A internet é uma coisa maravilhosa, mas só se a soubermos usar. Se chegarmos portanto ao ponto de ter uma conversa deste tipo:

“Hey por onde andas?”
“Vai ao foursquare!”

Então, estão a utilizar a internet da pior maneira. Ainda não me deu para um dia sair de casa e colar-me a alguém que use o foursquare sem ser convidada só para mostrar que tanto há um uso bom como mau para tudo o que a internet tem para oferecer. Sejam sensatos naquilo que fazem e que usam, porque cada vez mais me convenço de que a internet não é para todos.



Crónica de Carla Vieira
Foco de Lente

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Crónicas Mais Lidas

loading...
To Top