Últimas Crónicas

Lingerie para todos os gostos

loading...

Esta semana (a minha semana começa à segunda e termina ao domingo) celebramos mais um Natal, com isto espero que tenha corrido da melhor forma a todos. Ainda esta semana, li uma bela notícia onde um chinês nos seus trintas, da cidade de Guangxi, tinha roubado 2000 pares de lingerie às vizinhas (do prédio e não só, porque digamos que eram imensas peças!). E foi descoberto porquê? Porque a santa inteligência resolveu esconder a roupa no tecto falso das escadas do prédio onde vivia e o tecto desabou.

A primeira pergunta que me passa pela cabeça ao ler a notícia é: porque raio é que o homem precisa de tanta lingerie? E para quê roubá-la? Eu sei que são duas perguntas, mas acreditem que muitas mais me passam pela cabeça.

Será que acordou um dia com o fetiche pela lingerie? E lembrou-se de roubá-la para haver mais excitação? Resolveu fazer colecção de lingerie roubada? É que não é apenas lingerie, é lingerie roubada!! Faço em colecção porque presumo não roube por necessidade (até pode gostar de usar roupa interior de mulher, só que não deve precisar de tanta peça, digo eu que sou mulher). Voltemos para a colecção, cada um colecciona o que quer, e até entendo aquelas pessoas que gostam de ficar com a lingerie da pessoa com que dormiram por exemplo (vi num filme, admito que é coisa que não acho muita piada para mim!). Vejo este acto como uma espécie de recordação do momento, da pessoa com quem esteve ou até para mostrar o número de pessoas com quem fez sexo (e aqui chamamos normalmente um garanhão). Agora imaginar que um gajo ir a casa de outra pessoa para lhe roubar um soutien ou umas cuecas? (Já nem na gaveta das cuecas se pode esconder coisas!) Ou então ir ao estendal da vizinha e sacar alguma peça? Só me dá para dizer: que trauma!

1

 

Pelas fotos, vemos que há de tudo: soutiens básicos, rendados, imensas cuecas (sejam elas tangas, fio dental ou até boxers) e para além de existir de tudo há de várias cores, para o dito senhor não se cansar com a paleta de cores. Para além da “razão” coleccionismo, posso também imaginar que o homem está apenas a ser cuidadoso para as futuras mulheres que iriam dormir a casa dele e necessitassem de alguma roupita. Fosse qual fosse o tamanho, formato ou preferências, ele tinha sempre alguma lingerie “nova” para oferecer.

Estou a imaginar o diálogo entre o homem e a mulher, onde acaba ele a dizer que tem uma prenda para ela nas escadas do prédio e sai porta fora.

Sim, porque esconder em casa não dava, tinha de ser no tecto falso (até aqui tudo bem) das escadas do prédio. A sério meu caro? Devia ter mais espaço para a “colecção/loja/roubos”. Mas porquê?

Se uma pessoa faz colecção de alguma coisa, seja o que for, quer vê-la sempre que possível, penso eu – neste caso tinha primeiro fazer de porteiro para saber se os vizinhos tinham saído e já agora quando voltariam, para não o encontrarem em cima da escada com a cabeça enfiada em soutiens.

Depois, penso novamente, que quem tem uma colecção tem o maior cuidado com a mesma e com a organização também – pelas fotos organização é coisa que o senhor não conhece e cuidado e limpeza também não. Ou será que ele tinha uma lista para saber o que devia ou não roubar? Tipo tenho um soutien preto rendado, agora preciso de umas cuecas a condizer? (A polícia organizou direitinho até!)

2

Perguntas que me surgem ao escrever…apenas perguntas.

Parece-me daquelas notícias tipo apanhados. Seja pelo número de peças roubadas, pelo facto de ninguém desconfiar até o tecto desabar (o que até tem a sua lógica tentar esconder “fora de casa”, porque assim pode dizer que não é dele, ou só dele, as escadas são do prédio, toda a gente deve ter acesso).

Foi descoberto ou isto não era notícia, confessou e agora a culpa é da doença mental (esta desculpa tem as costas largas) desde que era pequeno e não sabe quando os roubos começaram. No meio disto tudo a parte “boa” é que não gastava dinheiro para aumentar a colecção (podia sempre usar o dinheiro para o tratamento da doença mas para quê?!).

Haja compreensão para todos! ( Ou não)

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Crónicas Mais Lidas

loading...
To Top