Últimas Crónicas

MEO ou NOS? Dois amores, um só cartão. – PART…isto tudo se não resolvem já o meu problema!

loading...

“Teria sido tua por €4.99…”
Terias? Seria isso verdade ou apenas mais uma promessa falsa?! Será que… Não! Não quero saber… Já decidi! A partir de hoje serei 100% da outra. Daquela que nunca me enganou… Adeus NOS, a partir de agora o meu coração é MEO. Não TEU!
Nesse mesmo dia fui tratar de tudo com o meu primeiro amor. Palavras para cá, assinaturas para lá e, após 20 minutos de risinhos e compromissos lá sai eu da loja com a promessa de que, entre 24h a 48h, tudo estaria resolvido! O problema foi que as 24h passaram e nada… as 48h passaram, e nada… as 72h passaram, e nada! Não podia acreditar que tinha sido mais uma vez ludibriado. Afinal de contas a MEO era tão mentirosa como a NOS…
“Não, não acredito! Seguramente aconteceu algo com o meu processo. Sim, só podia ser isso… Certamente devia ter ficado algo mal preenchido ou tinha-me enganado a preencher o número de telemóvel. Claro! Só podia ser isso… A minha querida MEO não podia ser igual à outra… Recusava-me a aceitar tal facto.”

No dia seguinte fui ter com ela para tentar resolver tudo. “Olá, lembras-te de mim? Sou aquele a quem prometeste chamadas ilimitadas, SMS sem fim, internet grátis…” – “Olá, boa tarde! Diga-me por favor o seu nome, número de telemóvel e qual a sua dúvida….” Foi esta a resposta que obtive… Mas o que era isto, meu Deus? Ainda há 3 dias atrás eu era o seu melhor cliente e agora sou apenas mais um?! Um mero cliente de quem ninguém se lembra? Mais um número nas estatísticas?! Não… Deve haver algum mal-entendido. Só pode. “Desculpe, a menina não se deve estar a lembrar de mim… O meu nome é Gil Oliveira. «O Gil Oliveira!» Aquele a quem prometeu mundos e fundos caso não a deixasse. Lembra-se agora?!” – Mas não, não se lembrava… Ninguém se lembrava de mim. E pior. Ninguém parecia estar minimamente preocupado em se lembrar…
“Ai ainda não tem o tarifário activo? Então tem de aguardar… Sim, vejo aqui que lhe foi feito um bom desconto. Por isso mesmo é que tem de aguardar! Não, não o posso ajudar… Só aguardando!” – Nããããoooo!! Estava novamente preso no limbo das operadoras móveis. Se ainda a semana passada estava preso numa situação onde apenas uma pessoa me podia ajudar, desta vez era pior pois ninguém sabia quem me poderia ajudar. Se queria ver o meu problema resolvido tinha mesmo de aguardar…

Fulo da vida e com o coração prestes a saltar-me da boca, sai loja fora e liguei para o Apoio ao Cliente. Até porque, ao fim ao cabo, tinham sido eles a apresentar-me esta proposta tão fantástica. “Estou MEO, olá! Sou eu, o Gil Oliveira! Lembras-te de mim?” – Mas continuavam sem se lembrar… Pediram-me o número de telefone e deixaram-me durante horas à espera (vá, foram apenas alguns minutos mas pareceram-me horas na altura) até que me responderam que não me podiam ajudar, teria mesmo que aguardar. Não podia acreditar. No espaço de 15 dias tinha sido enganado por duas. Ambas me tinham feito promessas vãs e largado-me assim que as aceitei. Ora se a NOS me tentava empatar para que me mantivesse do lado dela, a MEO tinha-me deixado assim que lhe disse o sim. “Cabras!” – pensei eu. Havia de me vingar…

Assim que cheguei a casa agarrei no meu portátil e comecei a escrever… Escrevi sobre a NOS, escrevi sobre a MEO, escrevi sobre a minha dor e frustração. E, após ter escrito um romance digno de uma obra de William Shakespeare, enviei para ambas. A primeira ignorou-me. (Mas já estava à espera disso. Toda aquela conversa do “NOS” só funciona para angariarem clientes. Após terem o papel assinado, o NOS passa a EU, a MIM, a ELA!)

Mas a segunda surpreendeu-me. A resposta que tanto aguardava da MEO chegou via Facebook. “Boa noite Gil, caso pretenda a nossa ajuda em alguma questão, remeta a mesma acompanhada dos dados de cliente e um contacto, para o e-mail ****@telecom.pt, indicando a referência ****** no assunto.”
E assim o fiz! E quer saber o melhor?! Então não é que no dia seguinte tinha a situação resolvida? Palmas para o Facebook! Palmas para as reclamações em “praça pública”… E palmas para aquele, o melhor, o fantástico, incomparável e único funcionário eficiente da MEO. Uma empresa que se mostrou estar à altura da sua rival… No que toca a incompetência, claro!

Por isso, amigo leitor, aceite o meu conselho: se está contente com aquilo que tem, deixe-se estar quieto… Mas se por ventura decidir procurar um novo amor, que o deixe mais satisfeito, faça como eu: procure-o no Facebook. Vai ver que é mesmo a a melhor maneira de ver todos os seus problemas resolvidos! Obrigado e até breve!

1 Comment

1 Comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Crónicas Mais Lidas

loading...
To Top