Últimas Crónicas

A mulher de Donald Trump

loading...

Leitores, sabem quando conhecemos aquele casal que não têm nada a ver? Nós conhecemos, olhamos, observamos, cheiramos, mas…hum…a coisa não funciona, ou seja, não há química possível, não têm nada a ver um com o outro, Donald Trump ( o possível e inadmissível futuro Presidente dos Estados Unidos ), e Melania Trump são um belo exemplo disso.

Antes de abordar o discurso polémico da futura dama dos Estados Unidos, na já muito arruinada ( para não dizer peixeirada ), Convenção Nacional do partido Republicano, vou fazer uma pequena apresentação desta mulher maravilhosa…Melania Trump, 46 anos, nasceu na Eslovénia, uma imigrante, tal e qual como os milhares de imigrantes que o seu marido xenófobo tenciona expulsar dos Estados Unidos, com a pequena diferença de que ela tem tanto dinheiro que pode limpar o rabo com notas de cem dólares. Melania, uma modelo de terceira categoria, conheceu o velhacas milionário numa festa para velhos ricos e miúdas giras, apaixonaram-se perdidamente, ele pelas pernas dela, ela pelo peso das notas na carteira dele, ela ganha notoriedade, posa nua para uma revista, casam, a diferença de idades, apenas 24 anos, não é problema algum ( eu também prefiro os mais velhos, os quase de pé na cova ), têm um filho, decoram as suas casas com cagadeiras de ouro, e, como a vida tornou-se enfadonha, resolve tornar-se no novo Hitler ( esqueceu-se que tem de ir para a fila, já há muitos malucos a querer ocupar o lugar ), e candidatar-se a Presidente dos Estados Unidos, surpresa das surpresas…as sondagens apontam que o sacana vai ganhar, destronando a que seria, maravilhosamente bem desempenhada, a primeira mulher presidente dos Estados Unidos, Hillary Clinton.

O discurso memorável que toda a gente comenta, foi exactamente aquilo que eu esperava, alias, eu pensei mesmo, ela vai fazer merda…e fez. Discurso sem conteúdo, forçado, nada emotivo, a contradizer todas as aberrações que o marido tem dito ao longo da campanha presidencial, postura pouco à vontade, ainda por cima um plagio do discurso de Michelle Obama, a actual primeira-dama dos Estados Unidos…tenho a ligeira impressão que alguém foi despedido nesse mesmo dia, exactamente como Trump fazia no seu programa The Apprentice – You’re fired!. Trump deve ter pensado: Foda-se! Fiz das tripas coração para esta malta conservadora esquecer que este é o meu terceiro casamento, para esta malta conservadora esquecer que esta maluca já se despiu para uma revista, nem abro a boca para falar nesta gaja, para esta malta conservadora esquecer que ela existe, agora veio à convenção e só disse merda, quem foi o filho da puta que teve esta ideia infeliz? Fuck this shit! Salvou-se o primeiro dia da convenção com a frescura da filha de Trump, Ivanka Trump, com o seu discurso sobre os direitos salariais das mulheres…pois, claro, pela postura do pai, as suas funcionarias são felicíssimas no seu trabalho.

Deixem a Melania sossegada, em casa a lavar a loiça e a esfregar as escadas do seu “aido” de 200 milhões de dólares, a cuidar do seu pequeno Trump, a cuidar das suas roupas luxuosas e do seu lindo cabelo, das suas plásticas e das suas viagens no seu jacto privado, ela não percebe nada de politica, nem está minimamente interessada em perceber, provavelmente nem um livro lê, nem tão pouco sabe onde fica o México…é a tal bela, recatada e do lar, com um marido rico que se julga o maior do bairro, numa relação que de amor tem muito pouco…e assim se chega a Presidente.

 

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Crónicas Mais Lidas

loading...
To Top