Últimas Crónicas

O Gaspar move a economia – Maria João Costa

loading...

Querido Gaspar,

Desculpa estar a maçar-te, mas precisava de um tema para escrever e depois de uma tarde na companhia do PHC Corporate, só tu podias ser a minha inspiração.

Talvez não saibas o que é o PHC, mas eu avivo-te a memória: é aquele programa que te permite controlar as contas dos comerciantes portugueses através das faturas. Pois, já sabes o que é, o que tu não sabes é o trabalho que esse programa exige. Inserir todos os artigos de uma loja de comércio tradicional, com preço, código de barras e famílias de produtos, não é o melhor plano para um domingo à tarde (ainda por cima quando não está a chover). É de trepar cadeiras, de ficar sem paciência e com os olhos em bico.

Nunca pensei que houvesse tantas variedades de feijões, de farinhas e sabões; nem imaginava o mundo do algodão tão diversificado. É toda uma panóplia de produtos que deixa qualquer um com dores de costas, e com vontade de usar uma lupa, depois de mais 200 artigos inseridos. E por falar nisso, aproveito o momento para te enviar em anexo, a conta do massagista (tens que fazer pré-pagamento), a do oftalmologista, e a dos doces que o meu pai comeu na loja da minha mãe enquanto fazia de conta que ajudava. Não te preocupes que todos te enviam a fatura, incluindo a mercearia da dona Elisa.

Sem dúvida que as tuas iniciativas fazem a economia avançar; o prejuízo da minha mãe parece um canguru, avança aos saltos; e a minha vontade de ser a melhor cliente do massagista cresce dentro de mim a cada código de barras, por isso tenho que te dar os parabéns, isto vai andar para à frente, mesmo que seja à velocidade dos teus discursos.

Despeço-me com um código de barras, outra coisa não podia ser, 5601021302217. Se tiveres tempo e curiosidade, procura o produto numa loja perto de ti, e usa e abusa na Assembleia.

“Xicoração”

Aguardo resposta (já sei que não vais responder, mas fica sempre bem)

Crónica de Maria João Costa
Oh não, já é segunda feira outra vez!

 

5 Comments

5 Comments

  1. Laura Paiva

    18/03/2013 at 21:24

    Olá Maria João

    Antes de mais, adorei a sua crónica!
    A Maria João só pode ser uma pessoa doce pelo modo como se dirigiu ao Gaspar, querido Gaspar.

    Mas fiquei francamente curiosa: o código de barras que menciona 5601021302217 afinal é de que produto?
    No google a pesquisa devolve um resultado que não creio que seja aquele a que se refere: “LAPINS CRÉTINS – Figurine Chine”
    Será????

    Cumprimentos

    • Maria João Costa

      20/03/2013 at 0:32

      Olá Laura,

      Obrigada pelo seu comentário, fiquei muito contente com o seu feedback. 🙂
      Para acabar com a sua curiosidade, mas ao mesmo tempo com muito medo de a desiludir, tenho que lhe dizer que o código de barras se refere a um mata moscas que estava perdido na prateleira da loja da minha mãe. Podia ter sido mais original, mas foi o que me ocorreu quando pensei em Assembleias e conversas da treta com o facebook ligado.

      Cumprimentos,
      Maria Costa

      • Laura Paiva

        20/03/2013 at 22:18

        Qual desiludir qual quê, Maria João…
        Toda a gente sabe que onde há mxxxx as moscas acotovelam-se todas!
        Excelente ideia a do mata-moscas… de preferência se vaporizado directamente para os olhos 😉

  2. Marino Gaspar

    19/03/2013 at 11:06

    Muito bom! Eu sei o que isso é mas ha sempre maneira de contornar a coisa… Produtos da mesma família podem ser registados sem o seu respectivo código de barras! Garanto que o SAFT-PT sai certinho na mesma looool! Concordo com a critica, e penso que se usar esta dica, poderá diminuir a conta da massagista! Cumps 😉

    • Maria João Costa

      20/03/2013 at 0:34

      Olá Marino,

      Tenho pena por só ter lido o seu comentário hoje. Tive mais uma tarde de no meio de artigos e famílias, e agora que estou mesmo a terminar, fico a saber uma coisa destas 🙂 Mas nunca é demais uma massagem 😉
      Obrigada pelo seu comentário 🙂

      Cumprimentos,
      Maria Costa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Crónicas Mais Lidas

loading...
To Top