Últimas Crónicas

Revista de imprensa fevereiro 16

loading...

1ª: “ Com nuances de vermelho, o rosa é a cor da próxima estação “

Ao nosso repórter, na apresentação da coleção primavera/verão de 2016, a estilista Ana Salazar acedeu dar uma entrevista em que refere que embora não assentando bem em todos os tons de pele, o cor-de-rosa é que dominará o imaginário dos portugueses pelo menos nos próximos 6 meses.

Será o tempo necessário para António Costa, o secretário-geral do Partido da rosa, continuar a governar até ser eleito um novo presidente da república que possa destituí-lo de funções e convocar eleições antecipadas. É no dizer do líder da oposição Passos Coelho, o tempo mínimo de duração prevista em que o atual Governo vai continuar a sua política de empobrecimento futuro dos portugueses, sobretudo os mais desfavorecidos, para quem os empréstimos contraídos para fazer face ao aumento da despesa pública, mais tarde ou mais cedo terão de ser pagos e, ainda por cima, recorrendo como sempre ao aumento de impostos.

FIM

2ª: “ Emigrantes sírios rumam a Espanha “

Quando ouviram a notícia de que no país de “nuestros hermanos” a um emigrante senegalês iriam ser entregues mais de 400 mil euros, numerosos grupos de migrantes saídos da Alemanha, onde até já tinham vistos de residência, foram à procura no mapa do melhor caminho para atravessar os Pirinéus no inverno e rumaram à Península Ibérica, convencidos de que melhor sorte não podiam desejar desde que abandonaram as suas casas nos países de origem.

Não foi revelado ao repórter Penúltima Hora, o que responderam aqueles a quem foi dito por alguém, que para serem bafejados pela sorte seria preciso esperarem pelo menos um ano até poderem habilitar-se pela compra de no mínimo uma cautela da lotaria especial de Natal “El gordo”, mas pensa-se que não terão ficado muito aborrecidos.

Os que já tinham percorrido uma distância considerável a pé, decidiram não inverter para já a marcha e, antes de regressarem à pátria de Merkel, aproveitar com o dinheiro que conseguiram poupar dos avultados subsídios que ela lhes dá, passar pelo menos uma semanita de merecidíssimas férias na neve, numa estância de luxo no coração da famosa Sierra Nevada ou em Andorra, se pretenderem estar mais perto de Barcelona e poderem desforrar-se nas compras.

FIM

3ª: “ Lei que criminaliza o piropo adiada 6 meses “

Para que, sem correrem o risco de serem presos, os portugueses possam continuar a elogiar cabalmente o desempenho das mulheres do anterior Governo, o PSD prepara-se para pedir o adiamento em seis meses da aplicação da lei que sentencia o piropo.

Termos tantas vezes escutados no passado, como “Maria Luís, se te apanhasse dava-te umas chicotadas” ou “Assunção, sua prenha, vai mas é para casa” podem agora confundir-se com a manifestação de um desejo de cariz sexual que pode levar o seu autor à cadeia por vários anos.

Em todo o caso, não quer isto dizer que nem a primeira não gostasse de experimentar uma relação com um parceiro sadomasoquista, nem que não seja no quarto que a ex-titular das Pescas corre a enfiar-se com o marido assim que chega a casa.

FIM

4ª: “ António Costa veste Dolce & Gabana nas viagens ao estrangeiro “

Circulam rumores de que, nas viagens como Primeiro-ministro ao estrangeiro, António Costa terá comprado numa das lojas mais caras da Avenida da Liberdade em Lisboa, uma coleção de fatos da conceituada dupla de estilistas Dolce & Gabana por largos milhares de euros.

Embora não tenha sido violada qualquer das 9 medidas do pacto de entendimento com as forças de esquerda, a confiança de quem esperava que ele se mostrasse mais solidários com os pobres, poderá ter saído abalada.

Escolhido para liderar um Governo do denominado Estado social, António Costa optou por modelos de luxo, mas sabe-se que Jerónimo de Sousa preferiria vê-lo envergando, no meio dos outros de fatiota, uma farda de operário e que para ele Catarina Martins, a quem agrada ver um homem bem arranjado, escolheria um blazer com gravata vermelha, desde que fossem ambos comprados na feira.

FIM

5 ª: “ Elton John vem ao Rock in Rio cantar em Mirandês “

Já é oficial. Na página do Facebook onde habitualmente posta fotografias dos concertos ao vivo, o popular compositor britânico colocou um vídeo onde o confirma, numa entrevista que deu na Língua oficial proveniente de Trás-os-Montes que poucos portugueses entendem.

Prevê-se que seja o cabeça-de-cartaz do dia mais concorrido do evento e venha acompanhado da sua banda.

A conversa informal decorreu na sua mansão dos arredores de Londres, para onde voou desde o aeródromo de Vila Real o repórter da imprensa local de Bragança que foi acompanhado de um fotógrafo para ilustrar a notícia que foi hoje publicada.

Denotando maior à-vontade do que se atuasse todo nu diante de uma plateia de fans, o excêntrico artista falou durante quinze minutos sem sotaque e só a quem nada perceba de Línguas é que pode ter soado tão estranhamente o que dizia como quando está a cantar.

FIM

6 ª: “ Livro de Sócrates com prefácio de Portas “

O próximo best-seller a chegar às livrarias de todo o país, estará à venda antes do Natal e será da autoria do Ex-Primeiro-ministro socialista José Sócrates com prefácio do conhecido deputado centrista Paulo Portas.

O ex-governante, que até já esteve detido e tem dado mais que falar do que a personagem de qualquer romance editado desde que vivemos em democracia, resolveu uma vez mais surpreender-nos. Ainda mais do que por se tratar de um romance cuja ação se desenrola no Portugal rural dos anos 20 do século passado, a nota positiva vem de trazer o prefácio assinado pelo reputado, em matéria de avaliar o que os outros escrevem, Paulo Portas.

Em 326 páginas, o autor relata a vivência do equivalente nos dias de hoje a um presidente de Junta de freguesia, que durante 15 anos simula ser médico e, antes que viesse a ser descoberto, parte para Lisboa onde por ser um excelente orador tem à espera uma carreira política brilhante.

O líder centrista que já foi jornalista, é agora figura de proa da bancada do CDS e faz uma oposição cerrada ao Partido que é agora defendido por António Costa, que já veio a público reafirmar que é tão capaz como o seu antecessor e só ainda não se atreveu a mostrar a nenhuma editora os poemas escritos na adolescência, porque a rapariga a quem os dedicava pode agora figurar nas listas do PSD e esse ato ser entendido, tanto pela CDU como pelo Bloco de Esquerda, como uma tentativa de pôr-se a jeito para, como fez com eles, namorar a direita, destinando-se a ficar bem visto com todos os partidos representados na Assembleia.

A raridade do prefácio ser da autoria de uma figura que tanto criticou Sócrates, deve-se a que este tem sido dos pouquíssimos socialistas, talvez mais virado para a atuação de Passos Coelho, que tem poupado Paulo Portas nos seus discursos.

FIM

7 ª: “ Portugal eleito o país mais sui-géneris do mundo “

Segundo dados do estudo realizado por investigadores da Universidade de Camberra *, Portugal, que vem descrito como um lugar onde acontecem muitas peripécias, vem colocado no 1º lugar dos países mais sui-géneris e originais do mundo, liderando uma tabela de 195 participantes.

São apontadas, para a escolha do nosso país, várias situações cuja verdade é muito diferente daquilo que aparentam ser:

Uma delas, é o facto de José Sócrates não ser engenheiro, apesar de parecer, pois, por decisão judicial, pode continuar a ser assim tratado, mesmo que a licenciatura dele tenha sido decretada nula.

Há também inúmeros políticos que fingem aquilo que são, ou seja, vivem de aparências. Caso de autarcas aparentemente honestos que não se referem, quando se gabam de ter “obra feita”, à brutal moradia de três pisos com garagem que mandaram fazer enquanto estiveram a desempenhar, em prol da comunidade, as suas funções.

Nem são felizes as mulheres que aparentemente levam uma vida normal e, apesar das carreiras de sucesso, levam em casa porrada do marido. Podem aparentar felicidade, mas o que não é aparente são as dores que sentem das pancadas infligidas.

E não adianta pensar que o país evolui pelo facto de porem fim à sobretaxa, se não puserem fim a este flagelo. A evolução é aparente e está muito, muito longe de ser verdade.

FIM

8 ª: “ Donald Trump afinal é de ascendência afegã “

Afinal, o magnata americano Donald Trump é de ascendência paterna afegã e professa o islamismo, tal e qual como a quem ele tem defendido na pré-campanha às presidenciais que não seja concedido visto de autorização para entrar nos Estados Unidos.

A revelação cabe na capa e nas páginas centrais do New York Times de hoje, onde em suplemento é publicada a exaustiva investigação que foi feita à vida dos seus avós, que, com passagem pelo Iraque e Síria, viajaram clandestinamente desde o Líbano no porão de um navio lotado de passageiros mas onde, pelo menos, cabiam mais dois.

Desconhece-se o que teria passado pela cabeça de Trump ao julgar que poderia esconder este facto durante muito mais tempo, sabendo-se que, para ser eleito para a Casa Branca, ele terá provavelmente devir a contar com o apoio traduzido em votos dos representantes de todas as minorias, mesmo as de muçulmanos e mexicanos que vivem no país há mais tempo.

FIM

9 ª: “ Mariana Mortágua forma sociedade com Ricardo Salgado “

Para explorar uma casa de câmbio que abrirá representações em Évora, Famalicão e Aljezur, o antigo homem-forte do Banco Espírito Santo e a inconformada deputada do Bloco de Esquerda, resolveram esquecer as anteriores divergências que mantinham e unir esforços no sentido de constituir uma sociedade anónima de responsabilidade limitada.

Não sendo detentor de um elevado capital de crédito, crê-se que o ex-banqueiro, atualmente a viver em regime de prisão domiciliária, lutará para recuperar a confiança dos mercados financeiros, ao passo que a Mariana Mortágua, que se exibe cada vez em melhor forma, competirá exercer uma vigilância apertada sobre ele, visando impedi-lo de arriscar o dinheiro dos investidores em negócios imprudentes, correndo riscos desnecessários.

Hoje em dia, muito menos inconformada do que quando ouvia as respostas dele na Comissão de inquérito à falência do BES, a deputada rejubila nas escadarias do Palácio de S. Bento, alegria a que não será alheio o facto de ter visto a amiga Catarina presente na cerimónia de tomada de posse do Governo de Costa.

FIM

10 ª: “ Joaquim de Almeida faz de Juiz Carlos Alexandre “

Está confirmado! Habituado a fazer de vilão, Joaquim de Almeida, que tem feito uma carreira de sucesso em solo americano, vai interpretar o papel de Juiz Carlos Alexandre, no filme biográfico que António Pedro de Vasconcelos vai começar a realizar, sobre a vida e obra do antigo Primeiro-ministro José Sócrates, desde que inicia os estudos até ao dia que é detido à chegada a Portugal, vindo de Paris.

Outros atores consagrados integrarão o elenco que vai contar com Miguel Guilherme na figura do engenheiro Sócrates, Nicolau Breyner na pele do advogado que publicamente o tem defendido e a sensual Soraia Chaves, a fazer da jornalista chata da CMTV, que não se cansa de incomodá-los mas à qual nenhum dos dois dá um pontapé no rabo com medo de o danificar.

O realizador, adepto confesso da postura do ex-secretário-geral do PS, entretanto destituído, já fez saber que pretende que o filme seja um êxito de bilheteira, como outros da sua autoria, e que para isso sabe que tem de fazer. A começar pelos conselhos que vai dar ao protagonista, tão bons como os álibis de que se vai servir, para livrar a personagem das acusações de que possa vir a ser alvo por parte do Juiz.

FIM

11 ª: “ Fernando Santos dá o favoritismo a Portugal “

A notícia só tem de extraordinário o facto de partir do selecionador, sempre prudente nas suas análises aos adversários.

Fazendo alarde da enormíssima confiança que, pelos vistos, deposita no grupo de trabalho que dirige, o treinador português disse ao repórter PH que a vitória nos três jogos está no papo e que Portugal já está com os dois pés nos oitavos de final do Europeu de França do próximo ano.

Sobre os adversários saídos em sorteio no Sábado, disse que não esperar da Hungria nenhuma surpresa tão grande como foi qualificar-se após, durante décadas, não ter estado presente na fase final de nenhuma competição europeia ou mundial importante. Da Áustria disse não recear que a tradição musical valha como fator de desempate no caso de a nossa seleção e a deles terminarem a fase de grupos empatadas. Já acerca da Islândia foi ainda mais frio na abordagem, pois frisou não esperar da seleção que vem do norte da Europa, mais dificuldades do que se defrontasse uma equipa de um arquipélago no hemisfério sul, como as Maldivas, para onde conta ir de férias como os jogadores, depois de se ter tornado no 1º selecionador a conduzir Portugal a campeão da Europa do futebol em equipas sénior.

FIM

12 ª: “ Ricardo Salgado devia suceder a Manoel de Oliveira”

Devia ter-se seguido à do cineasta Manoel de Oliveira, a venda da casa onde vive Ricardo Salgado. Por causa do valor elevado que atingiu na compra por parte do marido da empresária angolana Isabel dos Santos, a casa que pertencia a Manoel de Oliveira, teve a Autoridade Tributária a ideia de pôr à venda a mansão de Cascais onde reside o antigo banqueiro. A pretensão esbarrou, no entanto, no facto de já não ter ele em seu nome, nem a casa, nem o carro, tão-somente a casota onde dorme o cão. Mas nem essa os credores admitem que seja sua, nomeadamente os lesados do BES, que reclamam pertencer-lhes alegando que foi paga com parte do dinheiro que ele, quando o Banco encerrou, lhes ficou a dever.

FIM

1 Comment

1 Comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Crónicas Mais Lidas

loading...
To Top