Crónicas Mais Lidas

Ronaldo vs Messi? Não podemos desfrutar dos dois?

loading...

Ronaldo vs Messi. Nos dias que correm, não há café, conversa entre amigos ou viagem ao estrangeiro, que não acabe numa discussão acesa na qual se opõe Ronaldo a Messi. As opiniões dividem-se, no entanto, há algo que nunca balança, a preferência de cada um. Se gostam do Ronaldo odeiam o Messi. Se, por seu lado, preferem o argentino, rogam pragas ao português. Não será possível reconhecer talento aos dois? Elogiá-los ao mesmo tempo? Agradecer a oportunidade de viver na mesma época de dois monstros?

A única novela mais longa que o Anjo Selvagem parece não ter fim. É quase que uma discussão religiosa. Na religião de Messi é proibido dizer que Ronaldo não esteve mal, que até jogou bem, na religião de Ronaldo é inconcebível afirmar que Messi até demonstrou qualidade. Todas as conversas que envolvem este tema dão em discussão, não falha. Parece que existe uma necessidade extrema de superiorizar um ao outro, dando a sensação, que muitas vezes se defende mais quem se gosta, do que o seu próprio clube, quase como se de uma cruzada se tratasse.

A Bola de Ouro é o troféu à volta do qual esta rivalidade demente se gera. É como se fosse o santo gral, que de tão descredibilizado que está, vale tanto como um boné do, já extinto, 24 horas. Se ganhar Messi, é porque foi beneficiado pela UEFA e pela FIFA ao mesmo tempo, uma vez que marcar 40 golos numa época é considerado “fraquinho”. Se, por sua vez, ganhar Ronaldo, é ridículo porque a seleção onde está inserido não esteve bem e os mais de 50 golos que marcou não valem nada. Coerência. É o que falta a quem apoia cegamente um jogador e não se dá ao trabalho de apreciar tanto o seu real valor, como o dos adversários. É este o perigo da bases de fãs incondicionais de qualquer um dos astros futebolísticos. Será com toda a certeza esta disputa que levará a que o futebol se trate mais fora do que dentro de campo.

Contudo, a rivalidade entre ambos é do melhor que se pode assistir no futebol. Em que era, em que século ou em que milénio, voltaremos a ter algo assim? Sábado, Ronaldo marca um hat-trick, Domingo, Messi faz o mesmo. Terça, Messi bate um recorde que está intocável há anos, Quarta, Ronaldo bate dois. E assim em diante. As duas superestrelas do futebol mundial precisam um do outro para se alimentarem. Precisam de alguém que se equipare a eles, precisam que haja outro extraterrestre a fazer companhia. É errado pensar que os dois não se complementam, porque não é verdade. “Messi é talento e Ronaldo trabalho” é um chavão que não traduz totalmente o que se passa. O jogador do Barcelona possui atributos nos quais o português não é tão forte e o extremo do Real Madrid possui qualidades que escapam ao argentino. O certo é que são duas máquinas avassaladoras de futebol que encantam e deliciam os verdadeiros amantes do desporto rei, dê por onde der. Há que parar, olhar e ficar maravilhado com o que é produzido, com cada passe mestre, cada golo do outro mundo, cada jogada levada ao limite, cada festejo dando a alma, tudo para se superiorizarem, primeiro a si e só depois ao seu rival.

Em vez de desvirtuarem um prémio com discussões ridículas e argumentos descabidos, convém apreciar o que é a essência e a beleza do futebol, algo que, por mais que se teime em afirmar o contrário, não vem nos livros, não vem nos documentários ou mesmo nas fotografias, a essência do futebol é transmitida por cada jogador a cada jogo, sobretudo pelos melhores do mundo, os protótipos de jogador que inspiram miúdos e que fazem com que eles os encarnem a cada 15 minutos de recreio. Os dois monstros sagrados já deixaram a sua marca eterna na história do desporto rei, como tal, só precisam de ser verdadeiramente apreciados e não escrutinados de forma negativa a cada segundo que passa, à espera de um erro para poder deitar abaixo o que se odeia e se elevar o que se ama. Dessa forma, nenhum dos dois terá o devido valor que tanto merece. Não é difícil dar-lhes o valor que lhes é devido em simultâneo, basta tirar as palas por uma vez e esquecer clubes, seleções, jogadores, ódios. Tudo. Ronaldo vs Messi? Desfrutem dos dois. Tão cedo ninguém voltará a presenciar algo igual. Os melhores do mundo.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Crónicas Mais Lidas

loading...
To Top