Leitores

Socorro estou à beira dos 30

loading...

Hoje constatei que faltam exactamente 22 dias para os 30…

Já a algum tempo que venho a constatar que estava mais perto dos 30 do que dos 20, mas assim tão pertinho, só hoje dei conta, Socorro!

30 era coisa de cotas, há um tempo atrás para mim 30 era mesmo muito velho já… Socorro!

Quando pensava nos 30 via-me numa fase da vida estável, a fazer o que gostava, a ganhar bem pois estudei para isso, certa do que queria, com muito menos dúvidas, muito mais tranquila e muito mais madura… hoje eu vejo que quanto mais me aproximo deles mais dúvidas e mais vontades tenho.

Olhando para trás e mesmo não tendo atingido aquela serenidade tão desejada, vejo quantas coisas maravilhosas aconteceram em mim.
Começo a perceber que dúvidas sempre existirão, novas vontades surgirão, pois a vida não pára e com o passar do tempo apuramos essas vontades.

No entanto, pensar nos 30 é estranho, ainda para mais porque não me sinto trintona, nem sequer perto disso.
Sinto-me mais próxima dos 20 do que dos 30, Socorro!

Tanta coisa já me aconteceu antes dos 30 que por vezes penso que tenho 40, algumas posso contar, outras guardo para mim…

Antes dos 30 conheci o homem da minha vida há metade dela, fui mãe de duas filhas, licenciei-me, casei-me, construímos um lar, viajamos, concretizei alguns sonhos, passamos por outros momentos menos bons, mas colocando na balança o saldo é positivo, aconteceram-me coisas fantásticas.

Antes dos trinta não fiz coisas que qualquer outro jovem já fez, das quais não me arrependo, pois sei que não morrerei sem as fazer mas se morrer não me arrependo de não as ter feito. Não chega a uma mão cheia as vezes que entrei numa discoteca, fumei na minha vida toda meia dúzia de cigarros, bebi mas nunca me embriaguei, ou seja não fiz muitas tontices… Mas fui mãe antes dos 20 e isso deixa-me feliz, pois somos grandes companheiras.
A melhor coisa que me poderia ter acontecido antes dos 30 foi ser mãe de dois maravilhosos seres femininos, as minhas filhas.

Depois dos 30 não sei o que Deus me reserva, só sei que tenho a agradecer-lhe a história de Amor que fez comigo até aqui…

Mas claro depois dos 30 ou ainda antes quero experimentar algumas coisas e quero continuar a viver intensamente.

Como é que devia ser uma mulher aos 30?
Muito se fala da mulher com 30, estou à espera para ver se tudo o que se fala é verdade…

Fala-se que uma mulher aos 30 está no auge da sua maturidade sexual, tem a frescura de uma de 20 e a maturidade de uma de 40, emana sensualidade.
Dizem que aos 30 a mulher é experiente, independente, madura, com uma personalidade definida e autêntica.
Aos 30 contam que ela sabe valorizar os seus pontes fortes e esconder os fracos. A mulher fica menos ansiosa, mais certa do que quer, menos neurótica e “pegajosa”. São determinadas e por vezes fingem ser mais frágeis do que são, sabe quando agir e como agir.
Diz-se, entre tantas outras coisas, que atinge o auge da sua beleza aos 31…

Aos 30 já tenho duas filhas, plantei algumas árvores, falta-me escrever um livro…

Estou serenamente à espera dos 30, ou talvez até não esteja…

Até depois dos 30 ou talvez escreva ainda antes.

Maria Raquel

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Crónicas Mais Lidas

loading...
To Top