Crónicas Mais Lidas

Traição: Consegue realmente perdoar ou não?

loading...

Entenda como traição o acto de quebrar a lealdade, a fidelidade e a confiança que tinha estabelecido com outra pessoa. Deste modo, a traição acontece entre pessoas que estabelecem alguma relação de amizade ou algum relacionamento amoroso. Quer num caso quer noutro a traição causa sentimentos de sofrimento, principalmente para a pessoa que se sente traída.Quantas vezes já lhe passou esta questão pela cabeça? Consegue realmente perdoar ou não? Eu diria que só se consegue responder a esta questão, como a qualquer outra, quando se experimenta a situação e neste caso só conseguirá responder com genuinidade quem passou por uma situação de traição. Quando não se vive detém-se uma visão hipotética daquilo que poderia fazer e prontamente responderia: “Claro que não perdoaria!”

A traição tem muitas formas de expressão e pode acontecer de inúmeras formas, no entanto vamos falar sobre a traição numa relação amorosa e se o seu perdão é possível ou não. Creio que o assunto se torna relevante para muitos de nós, pois se pensarmos já convivemos de perto com a traição amorosa de um casal amigo, ou porque já se sentiu atraído/a por outra pessoa que não o seu companheiro/a ou até convive ou conviveu com o fantasma de uma traição.

Quando acontece, o primeiro passo para decidir se consegue ou não perdoar a traição do seu companheiro deverá ser a reflexão. Pare e pense se valerá ou não a pena continuar a sua relação e tenha sempre em conta que o peso do perdão não é um fardo fácil de suportar, terá de ter muita força de espírito para continuar. Tente entender se foi a primeira vez, se está arrependido, se sente alguma culpa ou seja reflicta sobre todas as causas que poderão ter acontecido para originar a traição.

O segundo passo antes de tomar qualquer decisão, antes de começar a discutir ou até pensar noutra situação qualquer, relaxe. Respire e descontraia, não tome qualquer decisão de cabeça quente pois poderá tornar tudo ainda mais difícil. Saia de casa, tome um café com os amigos, faça uma caminhada ou até exercício físico, faça algo de que gosta muito e afaste o seu pensamento de todas as situações que possam agravar a traição.

O terceiro passo será a sua auto-confiança ou auto-estima, não se culpabilize. Se aconteceu uma traição a culpa não foi sua, pois nada justifica uma traição e nem sequer permita que o culpabilizem da situação.

O quarto passo será conversar abertamente e racionalmente com o seu companheiro, tente perceber o porquê de ter acontecido e se realmente desejam mutuamente o perdão. Se o desejam o mais importante é que não guardem raiva nem rancor, conversem abertamente, pergunte o que sente pela outra pessoa, etc.

O quinto passo será trabalhar para a reaproximação e melhoramento do seu relacionamento amoroso, tente estabelecer mais momentos a sós para conversarem, saiam para sítios que se sintam bem, namorem muito e não estejam constantemente a falar e a relembrar o que aconteceu.

Por fim e voltando à questão inicial: “Consegue realmente perdoar uma traição?” O perdão não é algo que se conceda ou consiga instantaneamente, deverá ser uma reconstrução mutua mas principalmente da confiança da pessoa que foi traída.

O perdão não é algo que se impõe mas acontece.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Crónicas Mais Lidas

loading...
To Top