Últimas Crónicas

Últimos preparativos para a Consoada…

loading...

Ora viva!
Então parece que amanhã é véspera de Natal, não é verdade? Aquele dia em que todo amor, paz, alegria e espírito natalício se desvanece, dando lugar a uma demanda desenfreada pelas últimas compras de Natal. Não sei se é do frio, se das árvores de Natal espalhadas por todo o lado, ou simplesmente da música natalícia que nos entra pelos ouvidos adentro, como se de um cotonete se tratasse. O que é certo é que neste dia as pessoas transformam-se.

Ora diga-me lá, alguma vez foi a um centro comercial no dia 24 de Dezembro? Não?! Então não sabe o que tem vindo a perder… Neste dia conseguimos ver desde avós fofinhas à batatada por causa dos últimos brincos, de mola, à venda na Parfois; senhores musculados, com 2m de altura e 1.60m de largura, transformados em autênticos papás babados por verem os seus filhos a brincar com o Panda, Ruca, Bob o Construtor, ou os Caricas; até às mães da família, por vezes grávidas, armadas em autênticas máquinas de guerra, capazes de espancar toda e qualquer pessoa que se interponha entre elas e a última Barbie da prateleira… Uma animação, portanto.

«Já que falei nas Barbies, aproveito para lhe fazer uma pergunta. Será que ainda se vendem Barbies, hoje em dia? É que no último fim-de-semana tentei adquirir uma dessas coisas (para oferecer, atenção! Não se ponha já com piadinhas…) e a única coisa que encontrei à venda foram Bratz… (Para quem não sabe as Bratz são uma mistura entre a Barbie, o Frankenstein e o José Castelo Branco.) E isso intrigou-me… Será que a “menina bonita” foi substituída pela “monstrinha de trazer por casa”? Quem diria…

Outra coisa que também me intriga são os Pais Natal, nos centros comerciais. Eu confesso que não sou pai, mas se fosse muito dificilmente iria colocar o meu filho no colo de um velho, de barbas brancas, que assim que vê uma criança pensa:
“Olha uma criança… Queres vir ao colinho do Paizinho, queres?! Upa lá,lá…Upa lá,lá… Ups, quer dizer: OH! OH! OH! (Epá, eu não sei quanto a vocês, mas a mim isso cheira-me ligeiramente a pedofilia.)»

Mas depois, quando finalmente está tudo comprado, os presentes na árvore e o bacalhau no tacho, tudo é esquecido. Tudo é passado! Agora sim. Podemos finalmente começar a festa da família. Comida, bebida, boa disposição, discussões q.b., e o «Sozinho em Casa» a dar na TV. Finalmente é Natal! No entanto, a mim, esta é a parte que mais me aborrece.

Ir para os centros comerciais, ver septuagenários, à porrada até que é fixe! Ver donas de casa desesperadas para comprarem brinquedos, também é porreiro (até porque estas, sim, são donas de casa desesperadas. As outras da televisão, ao pé de uma mãe que a dia 24 ainda não tem qualquer prenda para os seus filhos, são autênticas meninas). Agora, a consoada?! “No mi gusta!”

Para mim, a Consoada é mais ou menos como o casamento. É apenas uma festa chata que temos de aturar até chegar ao que realmente interessa… AS PRENDAS! Sendo que após o casamento (à partida) teremos direito abrir uma série de prendas, ver uma meia dúzia de cheques chorudos e ainda tempo para um pouco de “Amorrr”. Já na noite de Natal, se tivermos direito a prendas é uma grande sorte.

Mas pronto. O Natal é assim… O Natal é amor, é filas de trânsito, é paz, é luta pelo último brinquedo da prateleira, é alegria, é discussões à mesa, é tudo isto e muito mais! E é por isso que eu digo e repito: EU ADORO O NATAL!

Feliz Natal, pessoal! Não se esqueçam que 5ª feira – dia 25 – teremos um especial Crónicas de Natal, onde todos os cronistas irão partilhar consigo um pouco deste dia especial. Até para a semana…

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Crónicas Mais Lidas

loading...
To Top