UMBADÁ da minha infância…

Hoje lembrei-me…

Num rasgo de loucura que me é conhecida, comecei a trautear uma música…

Assim do nada

Mas não uma música qualquer, porque isso era demasiado fácil….

Ora vamos lá recuar no tempo!

Decorria o ano de 1985, e nós, como todos os anos, eramos religiosamente “forçados” a ver o Festival da Canção, nesse ano, aparece-nos Jorge Fernando, um conceituado guitarrista/fadista e compositor, com o tema Umbadá!!!

Jorge Fernando e o Umbadá não conseguiram melhor que um 4.º Lugar, ficando o 1.º lugar entregue a esse grande vulto da música nacional Adelaide Ferreira com o tema “Penso em Ti, Eu sei”…

“Injustiça”, gritou a minha mãe…

“Devia ter ganho aquele moço, que foi guitarrista da Amália!”, “o que cantou em estrangeiro!”

Pois é meus amigos…

Eu confesso, nunca soube o que era um UMBADÁ e ainda hoje não sei, sei sim, que decorei e cantei aquela porra vezes sem conta, só o refrão…

E  o Umbadá ainda hoje nos paira na memória, tanto que foi criado o movimento UMBADÁ never Forget.

São músicas que nos marcaram a infância e que sem dúvida fazem parte da nossa infância.

Hoje sou parco nas palavras e deixo falar a música e que ela vos provoque um sorriso!

Não se esqueçam de recordar e sonhar porque a vida é feita de sonhos!

N.R.: Este autor escreve em Português, Língua de Camões, Pessoa, entre outros! Isto é um facto e não um fato! Por isso não escreve segundo o novo acordo ortográfico!

Umbadá, umbadeó-umbadá
É umbadá, umbadeó-umbadá
É umbadá, umbadeó-umbadá
É umbadá, umbadeó-umbadá
É umbadá, umbadeó-umbadá
É umbadá, umbadeó-umbadá

Herdou da noite a cor que é cor de mistério
Mas tinha brancos os cabelos e a alma
Tinha nos olhos a certeza que há no sério
E no sorriso a doçura e a calma
Foram seus braços o meu berço preferido
Sua canção foi o feitiço apetecido
Que me embalava e eu menino adormecido
Ouvia a sonhar

É umbadá, umbadeó-umbadá
É umbadá, umbadeó-umbadá
É umbadá, umbadeó-umbadá
É umbadá, umbadeó-umbadá

Suas mãos negras se juntavam a pedir
Senhor jesus olha o menino meu senhor
Faz que o demónio não o venha a perseguir
Senhor jesus mostra-lhe a paz e o amor
Sou eu quem peço agora na minha oração
Para que deus te mostre a minha gratidão
Não te esqueci nem esqueci a tua canção
Que canto para ti

É umbadá, umbadeó-umbadá
É umbadá, umbadeó-umbadá
É umbadá, umbadeó-umbadá
É umbadá, umbadeó-umbadá
É umbadá, umbadeó-umbadá
É umbadá, umbadeó-umbadá
É umbadá, umbadeó-umbadá
É umbadá, umbadeó-umbadá
Umbadá…