Últimas Crónicas

Objectivos para o Novo Ano, escrito por uma gaja

loading...

Lá vamos nós outra vez…todos os anos é a mesma palhaçada, chegamos a Novembro todos passados da cabeça, completamente exaustos do dia a dia atribulado que tivemos ao longo do ano, com compromissos infindáveis e aborrecimentos totalmente desnecessários, entramos em Dezembro com uma aura natalícia, a estupidez da correria continua mas, a certeza de que nos espera, quiçá, uma prenda que não estávamos nada à espera nos faz sentir especiais e merecedores, passamos a amar mais e a insultar menos. Chegamos a Janeiro, com a já habitual lista de objectivos que queremos realizar no novo ano, tornamos-nos uma espécie de gurus de nós mesmos, e achamos que somos invencíveis…até acordarmos no dia a seguir à noitada da passagem de ano, com uma dor de cabeça que nos faz descer a pique para a realidade das nossas lindas vidas! Eu proponho uma pequena mas interessante viagem, à lista secreta de objectivos para o novo ano da maioria das mulheres, menos da Georgina, esta não precisa, em 2017 já conseguiu tudo, um bem haja ao Cristiano…

  1. Emagrecer – Surpresa nenhuma que este seja o primeiro objectivo do novo ano. Andamos a enfardar pão de ló, leite creme e bombons como se não houvesse amanhã, o problema é que o amanhã existe e existe também uma dúzia de calças que já não servem! Entre jantares da empresa, compras de Natal e noitadas de filmes, o ginásio ficou para segundo plano, “É Natal, que se lixe a dieta”, pois…que se lixe, entretanto o facebook relembra-nos como estávamos há um ano atrás e pensamos: foda-se, cada ano que passa estou mais gorda! Começamos o ano a praticar exercício físico e a comer saudavelmente, lá para meados de Março fartámo-nos de sermos saudáveis e assim andamos o ano todo, neste vai e vem de bolos e barras de cereais…
  2. Deixar de fumar – Porque é que as pessoas optam por deixar de fumar no inicio de um novo ano? Qual é a diferença entre o dia 31 e o dia 1? “Deixa-me dar a ultima passa da minha vida”, “Vou aproveitar para fumar estes dez maços de tabaco porque no próximo ano já não vou fumar mais”“Vou poupar o dinheiro do vício para ir de férias”, no dia a seguir já estão a fumar um cigarrinho por causa da ressaca…é só hoje, dizem eles.
  3. Mais paciência – Gosto de pessoas pacientes, conheço poucas, mas mesmo assim gosto. Dizemos a nós mesmas que, neste novo ano, vamos começar a meditar, a praticar uns exercícios de relaxamento, a respirar fundo e contar até dez ( às vezes é melhor contar até mil, só para termos a certeza que não vamos estourar a cabeça de algum pobre coitado que se meteu no nosso caminho num mau dia ), afinal, o marido merece uma mulher mais paciente que lhe indique a toda a hora onde estão as merdas em casa e, os miúdos também merecem uma mãe muito mais calma e serena, especialmente quando entornam a garrafa de água em cima da cama dos pais, cama essa acabadinha de fazer, a sogra também merece uma nora mais gentil, principalmente quando faz comparações entre os netos e desdenha a aptidão da nora para a cozinha.
  4. Dar mais de nós aos outros“Devemos amar o próximo como amamos a nós mesmos”, disse Jesus um dia, mas ele esqueceu-se que há pessoas que nem podemos ver à nossa frente. Como podemos gostar e ajudar alguém que nos lixou o ano todo? Só porque é ano novo? Nem pensar! Esqueçam Jesus, Gandhi, a Madre Teresa de Calcutá e o Gustavo Santos, o lema do ano novo será “Devemos mandar à merda o próximo, sempre que necessário”.
  5. Mais sexooh lá lá, este é o item favorito dos homens, eles sabem que a seguir à tempestade dos quilos a mais, vem um arco-íris cheio de “sexo à la carte”, com meias de liga, sexo oral requintado e bolas chinesas de vários tamanhos…o problema é que os homens ao longo do ano vão se esquecendo que, antes do 69, têm uma pilha de louça para lavar, máquinas de roupa para estender e uma dúzia de filhos para dar banho, comer e deitar, boa sorte com isso!
  6. Aproveitar a vida – este é, sem qualquer dúvida, o meu item favorito. “Carpe Diem” disse Robin Williams, no papel de professor no filme “O Clube dos Poetas Mortos”, tentamos a cada novo ano interiorizar esta insígnia espiritual, há dias que conseguimos, há momentos que não temos tanto sucesso. Independentemente da forma como escolhemos viver a nossa vida o importante é que nos sintamos realizados e, mais importante ainda, é amarmos incondicionalmente a pessoa que passa toda a nossa vida connosco…nós mesmos! Carpe Diem, aproveita a vida, tão simples quanto isso!
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

loading...
To Top