Últimas Crónicas

Ele quer voltar para Marte! (Mas ainda não conseguiu) – Teresa Isabel Silva

loading...

Aposto que ainda ninguém se esqueceu do pobre alien das crónicas anteriores. E neste momento já devem estar curiosos para saber se ele conseguiu voltar para o seu planeta. Eis que eu explico o que aconteceu entretanto:

Depois de sair do café o marciano caminhou enquanto se preparava para conhecer melhor as pessoas deste planeta. Estava admirado com tudo o que via neste planeta chamado Terra quando uma mulher com pouca roupa o abordou sem elegância nenhuma, prometendo-lhe o meu serviço do mundo e arredores. O marciano sentiu uma enorme alegria apoderar-se de si.
Aquela elegante criatura do sexo oposto era do espaço como ele. Senão como é que os serviços dela poderiam ser considerados os melhores do mundo e arredores?
Feliz abraçou-se á mulher que lhe estendeu a mão á espera do pagamento. Simpaticamente ele apertou-lhe a mão e afastou-se.
Não demorou muito a sentir-se seguido. Olhou para trás e viu dois homens que lhe falaram da rapariga que ele tinha abordado. Deram-lhe uns quantos murros e afastaram-se a correr.
O marciano não compreendeu porque motivo aqueles homens o tinham atacado. Será que no planeta deles e dela apertar a mão era um insulto? Decidiu esquecer este acontecimento quando foi abordado por um outro homem. Este individuou ao ver o estado em que o alien se encontrava ofereceu-lhe um produto que segundo ele era milagroso, acrescentando “O melhor da galáxia”.
O alien sentiu-se fascinado por conhecer outro ser tão conhecedor do espaço. E em vez de lhe apertar a mão, aceitou o produto que segundo o homem era gratuito para experimentar.
De um momento para o outro o alien conseguiu ver tudo extremamente colorido e musical. As dores dos murros tinham passado e ele estava a viajar pelas galáxias do universo sem precisar da sua nave.
Achou que este povo que visitava era mesmo evoluído para ter um pó que substituísse as naves espaciais.
Assim que o efeito da droga passou, o extraterrestre descobriu-se de novo no mesmo sítio. Pensou que aquele estranho pó estava estragado pois não o tinha levado para casa, acabando por o deixar no mesmo sítio.
Estava a recuperar do choque quando um outro homem se aproxima dele apontando uma arma.
Foi assim que o alien foi assaltado.
Cansado deste mundo ele seguiu viagem para a sua nave.
Assim que chegou viu que no pára-brisas da nave estavam uns papéis. Abriu-os e ficou surpreendido. Eram uma multa por mau estacionamento, uma multa por o veículo não ser legal em Portugal, outra multa por não ter matricula e ainda uma multa por não ter pedido permissão para aterrar em solo português.
Chocado com tudo o que lhe acontecera o marciano meteu-se na nave e sentou-se em frente ao posto de comando.
Levou a maus aos bolsos, pouco tinha sobrado do assalto, mas encontrou o recibo do café que tinha tomado nessa manhã, 23% de IVA??? Isso sim era um roubo!



Crónica de Teresa Isabel Silva
Crónicas Minhas 

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Crónicas Mais Lidas

loading...
To Top